“É Dessa Forma Que Escrevo”

Qual era a função dos secretários que Paulo usou quando ele escreveu suas cartas?

Eruditos têm estudado a arte de escrever carta no tempo do Novo Testamento, comparando-a com aquilo que encontramos nas cartas apostólicas. Partilharei algumas destas informações para ver como elas nos ajudam a entender a prática de Paulo.

1. Paulo e os Secretários: Paulo indica seu uso de secretários quando ele diz: “Vejam com que letras grandes estou lhes escrevendo de próprio punho!” (Gl 6:11; veja também Fm 19), * ou “Eu, Paulo, escrevi esta saudação de próprio punho” (1Co 16:21; Cl 4:18). A prática de adicionar uma saudação no final da carta funcionava como uma assinatura, demonstrando que a carta era genuína. Isto também é sugerido quando ele escreve: “Eu, Paulo, escrevo esta saudação de próprio punho, a qual é um sinal em todas as minhas cartas. É dessa forma que escrevo” (2Ts 3:17). Tal prática era importante num tempo quando alguns podiam enviar cartas falsas em nome de Paulo (2Ts 2:2). Em um caso é mencionado explicitamente o nome do secretário Cristão que Paulo usou (Rm 16:22). Embora fosse letrado, Paulo usou secretários muito frequentemente.

2. Escrever Cartas: Escrever cartas era uma habilidade adquirida que requeria, entre outras coisas, instrução em leitura, manuscrito, e a arte de estruturar e preparar diferentes tipos de cartas (por exemplo: cartas de apresentação, petição, pessoal, cartas oficiais relacionadas a assuntos de estado, e cartas públicas e particulares). No mundo Greco-Romano, manuais epistolares eram usados para treinar escribas, dos quais era esperado ter ferramentas apropriadas e que eram encarregados desses serviços. A responsabilidade primária deles era produzir uma carta que contivesse a mensagem que seu autor pretendia comunicar.

De acordo com informação disponível, os autores poderiam pedir a seus secretários para fazerem pelo menos três coisas: Ele poderia dar ao secretário uma breve descrição do propósito da carta, e o secretário a escreveria. Em alguns casos o autor poderia ditar a carta palavra por palavra. Esta não podia ter sido uma tarefa consumidora de tempo, porque existia técnica de taquigrafia tanto para o Grego como para o Latim e era esperado que um bom secretário possuísse. Mas visto que o sistema não era uniforme, o secretário tinha que transcrever a carta imediatamente para evitar erros de conteúdo.

Em outros casos, os autores deviam se sentar com seus secretários e delinear o conteúdo principal a ser usado para preparar a carta. O secretário deveria tomar notas numa tábua de madeira coberta com cera, desse modo facilitando as anotações. O autor deveria ler a carta, e, se necessário, corrigir seu conteúdo, fazendo adições, e finalmente aprova-la.

3. Paulo Como Escritor de Carta: Embora Paulo pudesse ter escrito algumas de suas cartas, seu uso de secretários sugere que ele estava consciente da importância das habilidades técnicas dos secretários. Primeiro, visto que suas cartas eram uma exposição do evangelho e seu impacto na vida do crente, podemos concluir que seus secretários dificilmente poderiam ter exercido alguma influência em seu conteúdo. Paulo poderia ter ditado as cartas para o secretário.

Segundo, desde que as cartas eram de tal importância religiosa, Paulo teria usado secretários que eram crentes. Alguns de eles podem ter viajado com ele e estavam bem familiarizados com sua teologia. Suas cartas em muitos casos são semelhantes a apresentações orais. Nesse caso ele deve ter fornecido um conteúdo detalhado delas, permitindo que o secretário escrevesse toda a carta. Isto explicaria algumas das diferenças literárias que encontramos quando comparamos algumas das cartas de Paul.

Terceiro, Paulo teria revisado as cartas, talvez adicionando, arranjando novamente o conteúdo, retirando seções, etc., até que sentisse que o conteúdo era aquilo que ele pretendia dizer.

Quarto, em alguns casos uma reescrita final da carta pode ter sido necessária, oferecendo a Paulo a oportunidade de dar à ela sua estrutura literária final.

O que é importante para nós é que no fim do processo temos a mensagem de Paulo para a igreja sob a inspiração do Espírito.
 
* Textos da Bíblia são da Nova Versão Internacional.

Data: 
12/17
Translation: 
Translated by a volunteer